A Rede Ibérica da Máscara aloja-se no Facebook

A Rede Ibérica da Máscara vai ter sede em Valongo, a convite do vice-presidente do município, João Baltazar. Mas entretanto, foi na internet, mais concretamente no Facebook, que a RIM se alojou. A página foi criada antes da reunião de 18 de Junho e foi posta online logo a seguir ao encontro. Dezenas de pessoas já aderiram à página para conhecer as novidades relacionadas com a Máscara Ibérica. Durante o verão celebrar-se-ão festas desta índole um pouco por toda a península e a RIM está a dar a conhecer todas elas, um trabalho que se prolongará inverno dentro. Textos, em português e espanhol, porque a rede é ibérica e não nos podemos esquecer disso, imagens, notícias, comentários, opiniões. Tudo em Facebook Red(e) Ibérica Máscara.




A Rede Ibérica da Máscara (RIM) terá sede em Valongo


O segundo encontro da Rede Ibérica da Máscara reuniu em Valongo os membros do grupo de trabalho e da comissão académica para debater diversos pontos do futuro deste projeto. A freguesia de Sobrado (concelho de Valongo) acolheu o segundo encontro da Rede Ibérica da Máscara, organizado pela Prodestur – Associação para a Promoção Desenvolvimento e Gestão do Turismo Cultural Ibérico).

No centro cultural da localidade reuniram-­‐se 20 membros desta rede em representação de quase todas as províncias que compõem o projeto RIM (Bragança, Valongo, Astúrias, Cantábria, Zamora e Cáceres (Mira, Ourense, Burgos e Castilla y León não puderam estar presentes).

Durante mais de duas horas os presentes partilharam opiniões sore a futura estrutura da rede. Um debate que levou à criação de uma comissão instaladora que permitirá iniciar trabalhos com vista ao registo e consequente oficialização da Rede. Esta comissão conta com quatro membros: a Câmara Municipal de Valongo (representada pelo seu vice-­‐ presidente João Baltazar), a Diputación Provincial de Cáceres (Raquel Búrdalo), a Diputación Provincial de Zamora (María Jesus Cabezas Lefler) e a Prodestur (Hélder Ferreira).

O vice-­‐presidente da Câmara Municipal de Valongo, João Baltazar, ofereceu à RIM a possibilidade de instalar a sua sede nesta cidade e garantiu um importante apoio institucional ao projeto da Rede Ibérica da Máscara. Uma proposta muito bem recebida por todos os presentes que não hesitaram em aceitar a oferta.

Além do mais, os assistentes a esta reunião estudaram uma primeira proposta de estatutos para a rede. A proposta foi apresentada pela Prodestur, promotora do projeto, mas recebeu importantes contributos por parte dos membros do grupo de trabalho e do conselho académico. Este último é o comité que se encarregará de preparar a candidatura das tradições com Máscara Ibérica a Património Imaterial da Humanidade e corresponder-­‐lhe-­‐á aprovar a admissão de novos associados. O trabalho desta comissão será importante não só de um ponto de vista académico (arquivo cultural, documentação) mas também de um ponto de vista institucional, fundamental para o intercâmbio de documentação e informação entre associados.

A Prodestur, organizadora do evento, apresentou ainda a página oficial da Rede Ibérica no Facebook. No entanto, a criação de um site ficou adiada até à aprovação dos estatutos e da eleição dos órgãos sociais. Uma eleição que terá em conta o equlibrio entre representantes portugueses e espanhóis.

A próxima reunião da RIM incluirá todos os seus membros (mais de 60 pessoas) e terá lugar em Zamora no mês de Setembro. Nessa altura teráo lugar as eleições para os órgãos sociais da Rede.

Membros presentes na reunião:

Portugal
Prodestur (Hélder Ferreira, Rita Piteira, Vanessa Contumelias)
Câmara Municipal de Valongo (João Baltazar)
Associação Casa do Bugio (António Pinto)
Junta de Freguesia de Sobrado (Carlos Mota)
Junta de Freguesia da Parada (Francisco Figueiredo)
Universidade do Minho (Manuel Pinto)

Espanha
Diputación de Zamora (María Jesús Cabezas)
Diputación de Cáceres (Raquel Búrdalo)
Ayuntamiento de Montamarta (Rogelio Conde, Irene Ferrero, José Ramón Pérez)
La Vijanera de Silió , Cantabria (César Rodríguez, Raul Cayón)
Los Sidros y la Comedia de Valdesoto, Asturias (Pablo Canal, Oscar González)


Reunião da Rede Ibérica da Máscara em Valongo

A 18 de Junho, a Progestur e a C.M de Valongo organizam o 2º encontro da Rede Ibérica da Máscara, onde se vai reunir o grupo de trabalho constituído no 1º encontro, especialistas e alguns dos membros fundadores, de forma a planificar a agenda de trabalhos e apresentar os objectivos propostos em Março.

A Bugiada, Valongo - Portugal

"Apaixonada e colorida, telúrica e exuberante. Assim se poderia adjectivar aquela que é, certamente, uma das mais espantosas manifestações da cultura popular portuguesa: a Festa de S. João de Sobrado. Entrar nela é muito mais do que assistir a um espectáculo: é entrar num jogo de cumplicidade, é deixar-se apanhar pelo espírito da festa que é ritual, participação, arrebatamento.

(…) A Bugiada é uma miscelânea: novos e velhos, solteiros e casados, homens e mulheres. São duas lógicas, dois universos contrastantes: um apolíneo, pautado pela racionalidade, ordem e pelo método; outro dionisíaco, com as suas facetas espontâneas, tumultuárias e subversivas. É, pois, flagrante o contraste e nele se baseia e configura a dinâmica narrativa que dá força a esta festa." Manuel Pinho in "Máscara Ibérica", vol. II

Festa: S. João do Sobrado
Local: Valongo
Data: 24 de Junho


Nasce a Rede Ibérica da Máscara

A Prodestur - Associação para a promoção e desenvolvimento do turismo cultural ibérico – e o Patronato de Turismo da Diputación de Zamora, realizaram o primeiro encontro da Rede Ibérica da Máscara no passado Sábado (19 de Março) no Hotel AC Zamora. Estiveram presentes cerca de 60 pessoas provenientes de diversas zonas de Portugal (Bragança, Mira e Valongo) e Espanha (Galiza, Astúrias, Cantábria, Zamora e Burgos) com o objectivo de criar sinergias e uma base de dados que permitirá a todos partilhar informação e documentação sobre as suas tradições.

Estas 60 pessoas são os membros fundadores da Rede Ibérica da Máscara. Das 60, foram destacados 14 representantes de algumas das festas tradicionais com máscara que se realizam em Portugal e Espanha, que decidiram, de forma voluntária, formar parte de este grupo de trabalho.

O primeiro passo foi dado! Agora, e com o trabalho de todos, dar-se-ão os seguintes no sentido de concretizar os primeiros objectivos, o da criação da uma plataforma online que funcionará como depósito e divulgação de informação pertinente sobre a tradição da máscara acessível a todos os membros e o de levantamento e compilação de informação documental sobre a temática.

A este grupo irá juntar-se outro, constituído por especialistas das tradições dos rituais da máscara cujo contributo académico credibilizará este trabalho. Entre eles incluem-se Bernardo Calvo (Zamora), César Rodríguez Fernández (Cantábria) Oscar González (Astúrias) e Manuel Pinto (Portugal).

Durante a tarde, para além da introdução da iniciativa apresentada por Hélder Ferreira, responsável da Prodestur, contámos com intervenções de Bernardo Calvo, coordenador etnográfico do projecto Máscara Ibérica, um técnico do Turismo de Portugal e também com uma mensagem de congratulações e de apoio por parte de José Maria Barrios, Vice-Presidente do Patronato de Turismo da Diputación de Zamora.

De nossa parte iremos mantendo todos os interessados actualizados nos diversos suportes da Progestur e, nos próximos dias, da Prodestur

Deixamos aqui os nomes dos membros fundadores, representantes das várias entidades:
- Patronato Turismo - Diputación Zamora, Espanha
- Prodestur, Portugal
- Antonio Vega - Asociación Cultural de Pobladura de Aliste, Zamora
- Francisco Figueiredo - Junta de Freguesia da Parada, Bragança
- João Baltazar - Câmara Municipal de Valongo, Valongo
- João Luis Pinho - Caretos da Lagoa, Mira
- Jorge Domíngez Couso - Asociación de Folions Rurais de Viana do Bolo, Galiza
- Marianela Manrique - Junta Vecinal de Castrillo de Murcia, Burgos
- Pablo Canal -Asociación cultural “El Cencerru”, Astúrias
- Raul Cayón Santiago - Asociación Cultural La Vijanera de Silió, Cantábria
- Rogelio Conde García - Alcalde do Ayuntamiento de Montamarta, Zamora
- Sergio Cruz - Turismo de Zamora, Zamora.


Rede Ibérica da Máscara

A Prodestur - Associação para o Desenvolvimento e Promoção do Turismo Cultural Ibérico - e o Patronato de Turismo da Diputación de Zamora organizam a 19 de Março em Zamora a primeira reunião oficial da Rede Ibérica da Máscara Tradicional.

O objectivo deste encontro é dar o primeiro passo para a criação de uma plataforma que permita aos membros de todas as organizações, entidades, grupos ou pessoas individuais ligadas à temática da máscara de Portugal e Espanha conhecer-se e partilhar conhecimentos e informação sobre as máscaras ibéricas tradicionais e os rituais a elas associados. Este contacto permitir-nos-á conhecer as situações que preocupam os integrantes de cada associação e procurar, em conjunto, uma solução para cada um.

Através desta primeira reunião tentaremos favorecer a criação de mais-valias que servirão de base para uma relação sólida entre todos os membros desta comunidade. Para integrar esta rede serão convidados os grupos ibéricos em que os rituais ainda se realizam, associações e/ou entidades directa ou indirectamente ligadas à preservação desses rituais, artesãos, museólogos, académicos, jornalistas culturais, autarcas, especialistas em turismo, entre outros. Deste modo, poderemos estabelecer um intercâmbio cultural centrado na temática dos rituais com máscara constituída por um vasto leque de intervenientes de diferentes áreas.

Este grupo, ibérico de base, terá relações com entidades de referência na Europa e fora da Europa ligadas a esta mesma matéria. É intenção da organização abordar nesta reunião a possibilidade do estudo de uma candidatura a Património da Humanidade dos rituais com máscara ibérica.

Deixamos aqui já algumas notícias da imprensa espanhola:
Les Noticies
La Voz de Asturias
La Opinio de Zamora